11/10/2017

Nosso Velho Jeans

Aquela sensação de conforto que um jeans gasto ou um tênis velho nos dá, muitas vezes acabamos levando para a vida pessoal.

Aquele emprego que não nos motiva mais ou que chegamos em um patamar onde estacionamos e sabemos que não vai mais a lugar nenhum;

Aquela amizade que não nos dá prazer em rir e compartilhar, mas que sempre quando caímos na real, o assunto não está fluindo e o celular está mais interessante do que a companhia.

Aquele peso que não nos deixa satisfeita com o espelho, mas as roupas estão um pouco justas mas estão servindo.

A sensação cômoda!!! A famosa “zona de conforto”!!

                                                                                                         

                                                          

Não que esteja errado nos sentirmos confortáveis com algumas sensações, mas quando você mesmo começa a se sentir acomodado, então meus amigos, o negócio está um pouco além.

O ser humano precisa estar em constante movimento para sentir-se realizado e isso em um mundo tecnológico igual ao que vivemos, é algo que muda muito rápido.

Com o tempo passando tão depressa, será que vale a pena vivermos de acordo com nosso comodismo ao invés de nos arriscarmos ou por medo de não encontrar novas amizades ou pelo fato de que a remuneração é boa. Lembramos que o bom muitas vezes não é suficiente.

Aproveite as amizades, o tempo passado no emprego, o tempo passado com você mesmo!!! 

Nem sempre estamos abertos para mudanças, por isso o importante é ir devagar, começar por aquilo que está nos incomodando e não radicalizar, para que não tenhamos a inquietação de ter mexido com o que estava quieto. A ideia é viver o "Carpe Diem", aproveitar os momentos e não desperdiçar os momentos, pois muitas vezes planejamos tanto nosso viver e acaba ficando nisso, no planejar.




A expressão "Carpe Diem", traduz ao pé da letra sobre isso " é uma frase em latim de um poema de Horácio, e é popularmente traduzida para colha o dia ou aproveite o momento. É também utilizado como uma expressão para solicitar que se evite gastar o tempo com coisas inúteis"


Se arrisque, pois mais vale o arrependimento de ter feito do que o de não ter tentado.

Lembre-se, ninguém se arrepende de ter aproveitado o momento.


 Aproveite o momento!



Nesse casamento, o importante é viver, mesmo que, um dia de cada vez.